segunda-feira, 13 de março de 2017

Mulheres sentem atração por homens violentos e criminosos

Mulheres que amam psicopatas assassinos e criminosos sexuais

Muitas pessoas nos escrevem e comentam sobre este assunto em geral. Mulher homem gosta de bandido, traficante e homem mau? Muita modernete e independente (feminazi??) que salta de cama em cama diz no Youtube (procurem): “Mulher moderna, não gosta de homem bonzinho…..viva os bad boys.” Outros afirmam que ser uma pessoa muito boazinha é padecer no inferno sem conseguir nada. E se aliarmos isso ao Brasil, aonde ser correto é sinônimo de “ser uma pessoa otária, certinha e chata”, ser criminoso talvez seja algo inserido na nossa cultura. Mas fora os achismos um livro muito interessante foi publicado sobre este assunto e em especial a relacionamentos. O jornalista Gilmar Rodrigues publicou em 2009 o livro “Loucas de Amor – mulheres que amam serial killers e criminosos sexuais” onde tenta entender o porquê do maníaco do parque (estuprador e assassino da década de 90) ser desejado por tantas mulheres. Ele ficou impressionado com as cerca de MIL cartas de amor que o criminoso (estuprador e assassino) recebeu de mulheres um mês após ter sido preso, em 1998. Ou seja, um estuprador que estuprou e matou mulheres recebeu cartas de amor de outras mulheres que sabiam do acontecido. Enfim, dane-se a lógica da mente feminina de mulheres assim que nos ENVERGONHAM DE SERMOS MULHERES. Eis aqui algumas das cartas femininas que o Maníaco do Parque recebeu quando já estava preso. À medida que forem lendo as passagens listadas a seguir, lembrem-se que isto são cartas que algumas mulheres dirigiram a um homem que foi condenado por ter que estuprado, torturado e morto pelo menos 6 mulheres e atacado outras 9 durante o ano de 1998: " Eu não sei o que fazer para te distrair. Mas eu tenho uma ideia: primeiro quero dizer que te desejo todas as noites. É muito bom. Te acho gostoso, meu fogoso. Você está juntinho comigo, dentro do meu coração. Depois que chego em casa, queria você de corpo e alma, te amando. Te quero de qualquer jeito. Eu te amo do fundo do meu coração. Não perca a esperança, acredite em Deus, porque algum dia a gente vai se encontrar. Sei de seu comportamento doentio, por isso quero que fique calmo…" "Por enquanto, nossos beijos são assim. Mas quero te beijar de verdade. Acho que tens saudades. Eu te amo, te amo, te amo etc, te desejo, te quero de corpo e alma. E me perdoe por tudo que estou sofrendo. Sabe Francis, eu não me conformo, e choro. E eu preciso ser forte (…)" — (Rita, 27 anos) "Quero te dizer que estou morrendo de saudade, querendo você… Aih meu Deus como te desejo todas as noites. Eu durmo sozinha e querendo você aqui. Mas sei que é impossível. O certo é eu ir te ver. E como posso sentir. Que é meu?" "Francisco, não deixe a tristeza tomar conta de você e acabar com o brilho do seu olhar. Acredite em Deus, você não está e nunca ficará sozinho. Jesus te ama, sua mãe e seu pai também e, principalmente, eu..." — (Adriana, 22 anos) " Depois que tudo aconteceu, tentei dar um fim a minha vida, mais uma coisa super interessante teve que acontecer, eu pensei muito e tive esperanças, acredite o mundo dá voltas, quando a gente menos espera algo de bom sempre acontece." — (Márcia, 18 anos – suposta ex) Devemos meditar sobre este assunto que diz muito sobre a nossa sociedade. Quando um serial killer estuprador recebe mil cartas femininas em menos de um mês, seria de esperar que a esquerdalha que controla os centros de estudo mundiais notasse algum tipo de padrão na psicologia feminina. Existe alguma coisa doentia que merece ser investigada. Mas não. As feministas pesquisadoras permanecem caladas e ninguém fala nada. Isto atinge toda as classes sociais. Desde mulheres pobres a patricinhas cariocas que sobem a favela. E vai muito além como aconteceu no caso com o Maníaco do Parque. Marisa Mendes Levy, mulher, pós-graduada em História, de família judaica e classe média alta, o viu pela primeira vez na televisão, concedendo entrevista. Ela se interessou e mandou uma camiseta com alguns dizeres. “Depois que ela havia desistido, o viu novamente na TV vestindo a camiseta. Ela escrevia de dois em dois dias para ele, cartas enormes”, afirma Rodrigues. Ela acabou se casando com o criminoso. Há centenas de homens que são rejeitados sociais mas estão fora das prisões. Porque é que estas mulheres não “simpatizam” com esses? Homens se diferenciam de casos assim (que tal copia-los agora, feministas) e não enviam dezenas de cartas a mulheres presas por matarem outras pessoas ou outros crimes bárbaros como fazem as mulheres com homens estupradores e assassinos. Atenção que isto não é um fenômeno localizado: em TODO o mundo as mulheres sentem-se atraídas por vilões do calibre do maníaco do parque. Na Noruega: O terrorista norueguês Anders Behring Breivik está a receber cartas de amor na prisão, mesmo depois de ter assassinado mais de 70 pessoas, a maior parte adolescentes. Nos Estados Unidos, terroristas que explodiram bombas e mataram pessoas receberam elogios de mulheres por serem “charmosos”. O mesmo vale para o bandido que foi preso e causou nas redes sociais. Em certos lugares, incluindo o Brasil, turistas sexuais viajam somente para praticar turismo sexual e abusar de mulheres, mas mesmo assim as mulheres saem com eles para contar vantagem para as amigas e ostentar. No Brasil, assistam e vejam documentários sobre traficantes do Comando Vermelho e outros. Selvagens da pior espécie possuem varias mulheres. Muitos meninos ainda crianças, ao verem que tais bandidos atraem mulheres, poder e dinheiro, ingressam na vida do crime por terem mais status e conseguirem mulheres, poder e dinheiro. Ou seja, ainda menores tentam impressionar as mulheres por fazer o que elas querem. MC Catra e toda uma onda de funkeiros falam absurdos sobre mulheres e elas OS AMAM. Existem muitos outros casos assim infelizmente que formam um padrão comportamental. Psicólogos teorizam que as mulheres querem salvá-lo/curá-lo de uma forma ou outra. Teoria estranha. Se o motivo do desejo feminino por idiotas e imbecis é motivado pela vontade em “salvar” ou “curar”, então elas deveriam estar a tentar “salvar” e “curar” as vítimas do assassino. O que pensamos? A motivação primária é precisamente a atração que as mulheres têm por vilões é status e masculinidade. Explicamos: toda mulher gosta de status que pode ser acompanhado de dinheiro ou não. Gostar de status não é problema. O problema é quando a cegueira por status faz a pessoa passar pro cima de valores morais de certo e errado. Homens que violam as regras sem arrependimento possuem uma masculinidade (a pouca do que restou) que hoje faz falta perante a sociedade pois as feministas deixaram os homens completamente afeminados. Na Suécia e Noruega, muçulmanos que estupram e odeiam o Ocidente são muitas vezes o sonho de consumo da mulher nórdica (fortemente afetada pelo feminismo) pois esta ao efeminar os homens nativos tem no muçulmano a única sombra da masculinidade quer resta. Ou seja, as mulheres afetadas pelo feminismo, com muito relativismo moral e malabarismos, conseguiram destruir relacionamentos, valores e hoje reclamam de estupradores mas mesmo assim amam o estuprador. Tais mulheres gostam dos vilões precisamente porque são vilões . Isto é assustador se pensarmos o tipo de reação que isto pode causar nos homens civilizados, nas mulheres civilizadas e o que isso vai gerar. E fora a vergonha que este tipo de mulher nos faz passar. Se as feministas não desmascaram este tipo de mulher, o nosso grupo o fará. Feminismo, engenharia social e psicologia afetando o comportamento feminino para a pior. Que isso sirva de alerta para todas outras mulheres que buscam auto-conhecimento e evolução. Lugar de criminoso homem ou mulher é na cadeia e sem este status doentio todo. Quem apoia bandido, bandido é. E deve parar de hipocrisia ao ficar falando de ser contra a violência e abuso pois defende quem faz isso.